COMUNICAÇÃO

Direitos dos moradores do Parque São Bartolomeu são discutidos em reunião entre Defensoria e Conder

11/10/2017 12:02 | Por Ingrid Carmo DRT/BA 2499

A reunião teve como objetivo a busca de uma solução extrajudicial para o conflito existente entre os moradores do Parque e a Conder

A defesa dos direitos à moradia da comunidade do Parque São Bartolomeu, no subúrbio ferroviário de Salvador, foi tema de reunião entre a Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA e a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia – Conder – nesta semana.

Durante a reunião, a defensora pública Bethânia Ferreira, que atua no Núcleo de Prevenção, Mediação e Regularização Fundiária da Especializada de Proteção aos Direitos Humanos e Itinerante da DPE/BA, conversou com as representantes da Conder sobre os direitos das 30 famílias de baixa renda que ainda moram no Parque e não foram incluídas no Programa de Revitalização, que previa a desapropriação das casas e o pagamento de indenizações aos moradores.

“Nosso objetivo é buscar uma solução extrajudicial para este conflito existente entre os moradores, que moram no Parque e não foram incluídos no Programa de Revitalização, e a Conder. A população tem direito à moradia”, explicou a defensora pública Bethânia Ferreira.